Passar para o Conteúdo Principal

Cadastro das infraestruturas - sistemas de abastecimento de água e de águas residuais / PORTUGAL 2020

Logos POSEUR

Designação do projeto

Elaboração de cadastro das infraestruturas existentes dos sistemas em baixa de Abastecimento de Água (AA) e de Saneamento de Águas Residuais (SAR)

Código do projeto

POSEUR-03-2012-FC-000083

Objetivo principal

Apoiar a transição para uma economia com baixas emissões de carbono

Região de intervenção

Sines

Entidade beneficiária

Município de Sines

Data de aprovação

2016-06-01

Custo total elegível

214 500,00 €

Apoio financeiro da UE

182 325,00 € - Fundo de Coesão

Apoio financeiro público nacional / regional

32 175,00 €

Objetivos, atividades e resultados esperados

A operação consiste na elaboração do cadastro das infraestruturas dos sistemas de Abastecimento de Água (AA) e de Saneamento de Águas Residuais (SAR), por forma a atualizar e obter nova informação das redes e infraestruturas existentes.

Engloba trabalhos de recolha de informação de georreferenciação de traçados, cotas topográficas de implantação e de soleira e outros dados de cadastro físico das redes de distribuição e de adução e as redes de drenagem, órgãos de manobra e de controlo (válvulas, ventosas, descargas de fundo, caudalímetros), dos ramais domiciliários, dos marcos e bocas de incêndio, das bocas de rega e contadores domésticos.

Os trabalhos de caracterização consistem na criação de bases de dados de todos os elementos referidos mediante tabelas pré-definidas de informação, assim como dados de intervenções nas redes, acessórios e infraestruturas.

A informação georreferenciada e de caracterização é efetuada sobre cartografia de traço ou ortofotocartografia à escala 1:2000 inserida em Sistema de Informação Geográfica (SlG).

O objetivo da operação consiste na obtenção de uma base cadastral fiável dos diferentes componentes dos sistemas de AA de SAR, assente em critérios de qualidade, fiabilidade e exatidão dos dados e informação (georreferenciada e de base de dados) e representados numa escala adequada, em que seja consistente e atualizada a informação, por forma a obter-se uma ferramenta de sistematização do conhecimento para tomada de decisão eficaz, eficiente e sustentável sobre as ações a desenvolver ou a implementar no âmbito da gestão deste tipo de infraestruturas, ações de planeamento das operações de manutenção e gestão (como sejam de avarias, construção, renovação e reabilitação dos seus componentes) e de sustentabilidade do serviço (como sejam de qualidade do serviço, de análise de riscos e de custos).